Como planejar uma Prova de Conceito (POC) no relacionamento de empresas e startups?

Sumário

Neste artigo, você vai entender a relação entre empresas e startups e aprender como planejar uma Prova de Conceito (POC), ou seja, a forma mais simples e barata de experimentar se uma determinada solução tem aderência aos desafios do negócio da empresa, em um passo a passo.

Com as constantes transformações que o mundo vem passando, as empresas têm buscado mecanismos e estratégias que possam garantir sua sobrevivência no cenário competitivo das corporações. Nesse sentido, a inovação tem se tornado um processo fundamental no dia a dia das organizações.

Ao mesmo tempo, no Brasil, as empresas vêm adotando a Inovação Aberta como estratégia para ampliar suas atividades na área de inovação, a fim de fomentar o seu desenvolvimento tecnológico. Para isso, elas estabelecem parcerias com universidades, pesquisadores, instituições de pesquisa, organizações, startups e consumidores, com o intuito de potencializar seus resultados.

A relação entre empresas, startups e a POC

A conexão com startups é uma das formas de se praticar a inovação aberta que vem sendo amplamente utilizada por grandes empresas nos últimos anos. Com o aumento da sensibilização das altas lideranças para a inovação, também motivado pelos diversos casos de mercados que foram totalmente transformados por inovações disruptivas de startups, as organizações passaram a buscar maneiras de se aproximar desse universo como uma nova forma de fazer negócios.

O número anual de relacionamentos de open innovation entre corporações e startups mais do que triplicou de 2019 para 2021. Foram registrados 8.050 relacionamentos em 2019; 13.433 em 2020 e 26.348 contratos em 2021, de acordo com o Ranking 100 Open Startups 2021.

Atualmente, há diferentes maneiras de grandes empresas realizarem a conexão com startups, por exemplo, o Corporate Venture Capital (CVC), além de Fusões e Aquisições, também conhecido como M&A. Contudo, para empresas que estão iniciando neste formato de inovação aberta, o que temos visto de mais comum é o relacionamento para funções de suporte.

Em outras palavras, a empresa contrata serviços ou produtos da startup para funções de suporte, como Recursos Humanos, Compras, Contabilidade, Jurídico etc. As relações costumam ser mais orientadas para contratação comercial, como desenvolvimento de provas de conceito ou aquisição de produtos e serviços.

Antes de se fazer tal contratação, é necessário que a empresa passe por algumas etapas importantes, visando reduzir riscos e custos. A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em seu manual de Boas Práticas de Conexão Startup e Indústria, sugere que, antes da contratação efetiva e ampla implementação da solução, a startup passe por uma fase de Prova de Conceito.

Neste artigo, você encontra com detalhes a definição do que é uma POC. A seguir, saiba como planejar uma Prova de Conceito.

Vemos que uma mulher está sentada à mesa, acompanhada de um café expresso, enquanto realiza algumas anotações (imagem ilustrativa). Texto: como planejar uma prova de conceito.

Como planejar uma Prova de Conceito (POC): passo a passo

Elaborar um Plano de Trabalho em conjunto da startup

O primeiro passo para saber como planejar uma prova de conceito consiste em elaborar um Plano de Trabalho em conjunto da startup. Neste documento deve constar o planejamento a fim de garantir o bom andamento da POC.

Ou seja, o escopo do projeto, cronograma, ações executadas e as revisões periódicas. Para auxiliar nesta elaboração, indicamos o Canva de Planejamento de POC, ferramenta que será detalhada alguns tópicos abaixo.

Firmar Acordo de Cooperação Técnica e Financeira com startup para a POC

Nesta etapa há a divulgação interna e a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica e Financeira. Neste acordo, define-se os seguintes itens: escopo/objeto da POC, propriedade da POC, propriedade intelectual, investimento, uso da solução gerada, desembolsos e período de realização da POC.

Além disso, é de extrema importância que haja o acompanhamento do setor jurídico na elaboração de documentos, a fim de garantir que as cláusulas estejam de acordo com as legislações vigentes e políticas internas da empresa.

Acompanhar a POC

Esse é o momento em que a solução da startup deve ser colocada em prática para a resolução dos desafios colocados pela empresa. Nesta etapa, é essencial a dedicação de uma equipe para apoiar a startup no que for preciso e fornecer as informações e recursos que ela precisa para trabalhar.

Medir indicadores e validar a POC

Agora é a vez de analisar o resultado da POC e avaliar se ela foi satisfatória. Para isso, devem ser estipulados os indicadores que irão fazer a validação. Se a POC for validada como a solução ideal para a empresa, é possível seguir para as fases seguintes de escala.

Exemplo prático de planejamento de POC

Com o objetivo de auxiliar no Plano de Trabalho da POC, aqui na Semente desenvolvemos o Canvas de Planejamento de POC. Neste Canvas, você encontrará itens que são essenciais para planejar a POC junto com a startup.

Canvas de Planejamento de POC. Produção: Semente Negócios.

Apesar de ser preenchido pela empresa com a startup, a empresa já deve ter previamente uma visão do que planeja inserir no Canvas, a partir do recolhimento de dados da equipe envolvida. Decerto, o preenchimento deve seguir a ordem numérica, a partir das indicações a seguir, ainda sobre como planejar uma prova de conceito.

Desafio

Neste item deve estar descrito o problema que a empresa tem, ou seja, qual o desafio ela está querendo resolver.

Indicadores

Apontar quais indicadores devem ser mensurados e que poderão demonstrar o sucesso (ou não) da solução que está sendo implementada.

Solução

Descrever as características da solução que está sendo implementada junto à startup, elencando características técnicas e teóricas que possam estar envolvidas no produto da startup.

Resultados

Aqui são tratadas as expectativas, ou seja, quais resultados a empresa espera e quais benefícios ela imagina que possam indicar o sucesso da POC.

Hipóteses

A empresa deverá, com a startup, descrever qual hipótese deseja testar na execução da POC, com a finalidade de esclarecer o que deve ser validado na implementação da solução.

Experimento

Aqui é necessário considerar o cenário de testes para a solução. Por exemplo: em qual área da empresa? Com quantos colaboradores? Em quanto tempo? Com quais máquinas ou insumos?

Riscos

Os pontos de atenção precisam ser destacados neste item. Assim sendo, é a descrição dos fatores que influenciam no andamento da POC e, consequentemente, no seu resultado.

Equipe

Quem serão os responsáveis pela implementação da POC? Qual papel cada pessoa irá exercer? Qual a competência de cada envolvido? Ademais, isso deve ser considerado de ambas as partes: da startup e da empresa.

Os pontos de contato e como será feito também precisam estar alinhados. Qual pessoa da startup a empresa deverá procurar em caso de dúvidas ou problemas? O contato será via e-mail, aplicativo de mensagens ou outra opção?

Orçamento

Aqui deve haver um acordo entre startup e empresa: qual o valor a startup está cobrando para a POC? Quanto a empresa tem disponível? Em seguida, deve estar presente o valor da POC e demais insumos necessários.

Macro Entregas

Destacar em ordem cronológica quais os marcos de entrega devem ser feitos para o acompanhamento e mensuração da POC porque é importante elencar os responsáveis por cada uma delas, seja por parte da empresa ou da startup.

Linha do tempo

Sugerimos que o tempo máximo da POC seja de três meses. Sendo assim, neste item deve conter em qual espaço de tempo cada marco de entrega acontecerá.

Stakholders

Especificar os demais envolvidos e interessados na implementação da POC, bem como seus interesses e de que forma podem influenciar no sucesso da solução.

Implementação pós-POC

Por fim, caso a mensuração dos indicadores demonstre o sucesso da POC, quais serão os próximos passos? Como a empresa pretende seguir junto a startup? Neste ponto é importante analisar se as expectativas foram atendidas. Caso elas não tenham sido favoráveis, sem dúvida, será necessário identificar o que deu errado.

Tudo pronto! E agora?

Após o preenchimento do Canvas de Planejamento de POC, a empresa e a startup devem seguir os seguintes passos:

  • Formalização e Assinatura do Plano de Trabalho: formalização do Plano de trabalho que citamos acima, junto ao jurídico. O documento deve conter itens como escopo do projeto, solução que será desenvolvida, cronograma, áreas envolvidas, entregas, objetivos e metas. Além disso, para a assinatura deste plano, deve constar os responsáveis pelo acompanhamento das etapas e de que forma isso será feito. Por exemplo, critérios e indicadores de performance.
  • Execução e mensuração de resultados da POC: nesta etapa a empresa deverá avaliar e mensurar os resultados da implementação da POC, com a finalidade de aprovar a solução que está sendo apresentada pela startup.

Espero que este artigo tenha ajudado a entender o processo de como planejar uma Prova de Conceito no relacionamento de empresas com startups, no que diz respeito a contratação comercial para funções de suporte.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe! Acesse também outros artigos no blog da Semente Negócios.

André Bitencourt

André Bitencourt

Atua no apoio ao desenvolvimento de estratégias de inovação. Engenheiro de Produção formado pela UFRGS, estudou business management na RMIT University, na Austrália. Trabalhou na área de Marketing da Dell Computadores e foi sócio fundador da WizyPet, startup focada em desenvolver uma plataforma para manter o histórico de vida dos animais de estimação em um ambiente seguros e confiável, onde atuou como CEO. Na Semente atua como consultor na vertical de projetos de inovação corporativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.