Hackathon x Bootcamp: o que são e como funcionam?

Sumário

Quem se interessa por empreendedorismo e inovação, provavelmente já ouviu falar sobre maratonas e imersões. Os termos são muito comuns em eventos, cursos e programas de aceleração empreendedora e acontecem no mundo inteiro! Neste post você irá entender melhor o que é hackathon, a definição de bootcamp e como funciona na prática cada um desses termos. 

Hackathon: o que é?

Hackathons tiveram início em 1999, nos Estados Unidos. O termo é uma junção de duas palavras em inglês: “hack”, que significa programar com excelência, e “marathon”, de maratona. Ou seja, traduzindo para o bom e velho português, hackathon começou com a proposta de ser uma maratona de programação e, atualmente, não se fecha apenas a essa área das empresas.

Muitas organizações, como Google, a Uber e o Facebook utilizam essa metodologia com foco no desenvolvimento de soluções que impactem a empresa tanto de forma interna, quanto externa. Além disso, o hackathon é um evento que, geralmente, dura de 32 horas até uma semana, podendo, inclusive, acontecer aos finais de semana. Durante todo esse tempo, os colaboradores das empresas são estimulados de formas distintas a encontrar soluções para problemas reais

Por isso, um hackathon pode ser utilizado para diferentes estratégias, desde para criar soluções inovadoras dentro de uma organização, ou até mesmo para conseguir selecionar profissionais de excelência. Além das grandes organizações, o hackathon também é realizado em universidades, em que a proposta é melhorar habilidades técnicas e interpessoais dos alunos, e ensinar os mesmos a pensarem em soluções para problemas que existem na sociedade, ou apresentarem alguma proposta possível de ser empreendida.

Como funciona um hackathon 

equipe de trabalho reunida-hackathon

Geralmente o hackathon é dividido em quatro etapas: abertura, maratona, pitch final e encerramento. Na abertura do hackathon, acontece a apresentação da organização que está a frente do evento, o cronograma e os combinados para que tudo ocorra da melhor forma possível. Neste momento também acontece uma apresentação de pitch e uma dinâmica para estruturação das equipes que irão participar do evento. 

Depois acontece a maratona de fato. São repassados os conteúdos para as equipes, mentorias coletivas ou individuais com empresas ou empreendedores. É o momento em que os participantes colocam a mão na massa para desenvolvimento das ideias apresentadas no pitch.

Com a finalização da maratona, é a hora do pitch final. Os participantes fazem uma apresentação para uma banca de avaliadores de tudo o que foi construído durante os dias de hackathon. Por fim, acontece o encerramento da maratona com a premiação das equipes que apresentaram melhores resultados.

E o que é bootcamp? 

O termo Bootcamp teve origem durante a Guerra Fria quando os soldados do exército passavam por intensas preparações em campos de treinamento. O objetivo era que eles aprendessem técnicas de defesa para estarem preparados quando fossem ao campo de batalha. Assim, ancorado nesse contexto, surgiu o termo que em português significa “campo básico”.  Hoje em dia, no universo do empreendedorismo, o bootcamp auxilia na aplicação de ideias e soluções para que os empreendedores consigam estruturar um plano de negócio adequado e eficaz.

Assim, com o passar dos anos, o bootcamp se estruturou como um treinamento imersivo com foco no desenvolvimento de habilidades em diversas áreas. A metodologia propõe uma imersão completa em determinada área do conhecimento, que pode durar de três semanas a quatro meses.

time de trabalho reunido-hackathon

Os bootcamps mais intensivos são comuns de acontecerem nos Estados Unidos. E para quem é da área da tecnologia, por exemplo, os bootcamps são bem mais comuns e acontecem ao redor do mundo há um bom tempo. Entretanto, devido à dinâmica e aos resultados dos bootcamps, a metodologia vem sendo adotada por diversas áreas do mercado. 

Assim, a imersão de bootcamp tem como intuito ensinar o que realmente importa com muita mão na massa, em um determinado período de tempo. Normalmente esse intensivão é organizado por empresas privadas em parceria com organizações, e o maior desafio proposto nessa imersão, é encontrar soluções para problemas reais que acontecem nas organizações e na sociedade.

É uma experiência que agrega muito valor para jovens que estejam começando sua carreira profissional, para quem deseja mudar de trajetória profissional ou está buscando desenvolver habilidades para empreender. Além disso, é possível criar um networking enriquecedor participando de bootcamps e, principalmente, desenvolver competências positivas para o âmbito profissional e pessoal. 

No universo do empreendedorismo, é realizada uma imersão em que é desenhado todo o Plano de Negócio. Os participantes entendem todas as fases de uma startups, desde a identificação de um problema real até qual seria a fonte de receita do negócio. Desse modo, ao final do bootcamp, os participantes conseguem apresentar, por meio de um pitch, tudo o que foi estruturado para que uma banca de jurados possa avaliar o modelo de negócio.

Rafaella Vasconcelos Silveira

Rafaella Vasconcelos Silveira

Graduanda em Engenharia de Produção na EE/UFRGS. Foi Diretora Administrativa-Financeira na Eali, coordenou projetos de consultoria e tomadas de decisão. Bolsista da SEDETEC no Programa de Empreendedorismo da UFRGS, sendo facilitadora, mentora e coordenadora de projetos da graduação e pós-graduação. Fez parte de Diretório Acadêmico e atualmente faz parte do Centro dos Estudantes Universitários de Engenharia (CEUE) participando na área Financeira.

2 comentários em “Hackathon x Bootcamp: o que são e como funcionam?”

  1. Pingback: Hackathons: o que são e por que esses eventos são ferramentas de inovação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *